Entrevista Rafaela – Conheça a Sapattini

mar 29, 2017 by

Sapattini

Sapattini

Sapattini – Mundo Menina

Hoje a entrevista é com a Rafaela, psicóloga e psicopedagoga com MBA em Gestão de RH . A Rafa tem 39 anos, é casada e tem 1 filha de 6 anos. Enquanto estava escrevendo sua trajetória profissional e refletindo sobre o seu negócio ela me disse o quanto foi legal esse exercício.

A Rafa trabalhou por 10 anos como gerente de RH em multinacionais como: BRF Brasil, JBS SA e MRGroup.  A sua transição segundo ela “começou simples e foi ficando complexa!”. Ela tem uma história longa e nos ensina que mesmo precipitando um pouco as coisas, conseguiu aprender com os erros e deu a volta por cima. Ela nos ensina também sobre equilíbrio entre maternidade e trabalho sem esquecer de cuidar da gente.

Hoje você vai entender o quanto é libertador quando “nos encontramos”.

Confira a entrevista!

O início

Era um desejo antigo o de me “desacorrentar” do mundo corporativo e suas exigências que nem sempre são coerentes com aquilo que a gente quer da vida!

Aí as coisas saíram do controle, foram se desdobrando em muitas coisas complexas e meu sonho de ter tempo pra mim, pra família, pra minha casa já foram por agua abaixo na largada!

Eu  não tinha conseguido fazer nascer a Rafaela empreendedora… Continuava  “me vestindo de executiva” pra ir pra obra, não conseguia me comunicar de maneira simples  e tinha dificuldade com tarefas rotineiras  do negocio – como a compra de suprimentos, os serviços bancários e tantos outros..

A culpa foi da pressa!

Um mês depois que saí da empresa, já estava no meio de um barracão de obra, construindo o que se tornaria um Buffet Infantil. Nem parei pra reorganizar as rotinas de casa e pensar sobre o que queria conquistar com essa nova vida.

E o pior: não fiz nenhum curso.. nem sobre buffet, nem sobre empreendedorismo, nem sobre  finanças, sobre coisa nenhuma! Mandei ver!

E  fiquei  mais de 6 meses, gastando o que tinha e o que não tinha pra fazer o buffet se tornar algo real! A obra civil  em especial , renderia um livro! Não sei se de drama ou de comédia!  

Mas fiz uma coisa certa: busquei parceiros! Um pra parte de buffet, um pra parte de decoração, um pra parte de recreação e cuidei pessoalmente de todas as seleções de pessoal e treinamentos.  

Minha experiência de RH me ajudou a contratar as pessoas certas e não tive problemas com turnover, reclamatórias trabalhistas, faltas ao trabalho, etc.. Ponto pra mim!

Depois de 2 anos com o Buffet em operação, percebi que, apesar de ter conseguido conviver mais com a filha e tê-la  por perto boa parte do tempo, a qualidade de vida de nós três tinha piorado.. Sobrava muito pouco tempo pra estarmos os 3 juntos fazendo as coisas que gostamos.. As viagens eram limitadas e os fins de semana de puro trabalho..

Vendemos o buffet, voltamos pra SP e meu marido recebeu uma nova proposta de trabalho.

A Rafa tirou como lição do primeiro momento como empreendedora que era preciso estudar sobre esse universo e mais, estudar sobre o futuro produto que queria lançar no mercado.

Sapattini

Nasce a Sapattini

Dessa vez estou vivendo um sonho! Estudei muito antes de começar o novo projeto! Fiz cursos, fui à feiras e eventos do ramo, busquei resolver os gaps da minha carreira empreendedora (como a parte de finanças e marketing, por exemplo).

A Sapattini – Mundo Menina é um e-shop especializado em calçados infantis para meninas. Nosso foco são os calçados em couro (que oferecem mais conforto, respeitam a anatomia de pezinhos em crescimento e tem mais beleza e durabilidade). Mas a loja também conta com artigos  em couro sintético, plástico, tecido. Queremos que nossas clientes tenham opções de escolha!

E não são só calçados! Temos uma linha de acessórios para cabelo, e em breve uma sessão de meias e uma coleção de vestidos para todas as ocasiões. Queremos que as mães encontrem looks completos pra suas princesas na Sapattini.

Se atingirmos os resultados esperados, em 2018, pretendemos lançar uma coleção própria da Sapattini!

Sapattini

A motivação

Sempre tive um olhar curioso sobre as coisas e desenvolvi minha carreira focada em estruturar e colaborar com o desenvolvimento de equipes comerciais das empresas por onde passei.  Adoro essa possibilidade de criar e fazer acontecer. Acho que vem daí minha veia empreendedora.

E o que me fez passar das ideias para a ação foi a vontade de priorizar a maternidade e ter tempo de qualidade com minha filha.  Eu queria viver a rotina de mãe, que dá colo, que alimenta, que ensina,  que brinca, que diz não. E queria tempo pra mim: pra academia, passear sem rumo no shopping, fazer o cabelo às 3 da tarde!

Foi muito difícil no começo porque eu não encontrava meu lugar. Nem no novo trabalho e nem na minha própria casa. Com o tempo as coisas tomaram forma e hoje acredito que tenho um equilíbrio bacana pra lidar com casa, trabalho e família sem “me perder de mim”.

Rafaela

Organização da rotina

 Se tem uma coisa que não abro mão é do meu café da manhã. Depois dele, muitas vezes o dia me “engole” , mas acordo cedo e gasto meia hora tomando café, vendo as noticias do dia e me atualizando nas redes sociais.

Depois, começo a organizar algumas coisas da casa, pensar no cardápio do almoço, olhar a agenda da escola da Luiza e partiu trabalhar!  Atualizo estoques, faço controles financeiros, acompanho status de pedidos e ligo para clientes. Uma pausa para fazer o almoço e depois levar a filha pra escola.

A tarde toda é dedicada para a Sapattini!  Fico em reuniões com fornecedores, com pessoas que me ajudam com o marketing e a plataforma de e-commerce. Entre uma coisa e outra, dou uma “viajada nas ideias” e as vezes tenho grandes sacadas pra evoluir com os negócios.

Sapattini

Desafio do home office

Já foi bem mais difícil. Mas com disciplina e alguma organização já tenho um bom ambiente de trabalho!  Acho que o fato de ter um cômodo da casa exclusivo para o trabalho ajuda muito!

Trabalhar na mesa de jantar, no sofá da sala, ou ter produtos estocados em todos os cantos da casa é enlouquecedor..  Bagunça a casa e a vida da gente!

Com o escritório, até recebo algumas clientes com toda comodidade e sem interferir na rotina da minha casa e de quem está nela.

O tempo que economizo no transito é ótimo, sem falar na redução de custos que tive com combustível, estacionamento, etc..

Por falar em economia, o trabalho home office economiza roupas, sapatos, maquiagens, chapinhas e escovas… Na hora de sair de casa não abro mão de me arrumar. Mas nos dias sem compromissos externos, posso usar tênis, roupa de academia e até chinelos!

Hoje sou super bem resolvida com isto! Não fico de pijamas em hipótese alguma, mas já faz tempo que minha roupa preferida são shorts e camisetas!

Sapattini

Sapattini

Um conselho

Na verdade meu conselho é pra ANTES de começar!  Descanse, , relaxe,  cuide de você, e converse com muita gente  que pensa diferente e sobre assuntos diferentes..

“Pese” as coisas que ouviu e tire suas conclusões..

ABRA A CABEÇA ANTES DE ABRIR UM NEGÓCIO!

Depois estude! Nunca pare de estudar.. a gente tem que falar a língua do negócio, tem que buscar conhecimento em todas as fontes possíveis e sobretudo  ter consciência de que quanto mais sabe, mais coisa tem pra aprender.

Empreender requer persistência, insistência e  dedicação.

A maioria das empresas fecha antes dos 2 anos de vida por que as pessoas não persistem nas coisas que acreditam, não insistem na hora que aparecem os primeiros obstáculos e não se dedicam o tempo necessário para que os frutos comecem a nascer.
Tudo na vida tem um ciclo, não dá pra pular de fase.

Sonho para a Sapattini

Acho que a Sapattini pode tomar diversos rumos.. Quero que ela cresça organicamente, ou seja, que seu crescimento seja orientado pelo mercado, pelas clientes (mães principalmente) que vão nos trazer suas críticas e seus desejos.

Pretendo conhecer produtos de outros países, acompanhar tendências e talvez agregar marcas importadas ao portifólio da loja.
Outro projeto de futuro é ter nossa própria coleção de sapatos e vende-la não só no site, como também em lojas infantis Brasil afora.
E tem muitas outras coisas, grandes e pequenas que sonho para a Sapattini!
Sonhar não paga nada… Então eu sonho…

 

Frase empreendedora

Tenho várias frases na cabeça, mas prefiro um ditado popular que um antigo chefe costumava dizer: “Pato novo não dá mergulho fundo” (rs).

Eu nem entendia direito o que ele queria dizer, até que recentemente observei 6 patos novos numa lagoa que já tinha outros 2  “moradores” . Os antigos não deixavam os recém chegados “se espalhar” pela lagoa, tampouco mergulhar e grasnar.. tinham que se comportar, nadar de leve, só no canto da lagoa.. Passado um tempo, vi que a lagoa já era de todos e cada um podia nadar e grasnar ao seu modo..

Essa frase me ajuda a lembrar que  eu sou o pato novo! E que  preciso observar o todo, ter respeito por quem já está no mercado e ir conquistando meu espaço. Tenho que buscar o que acredito, mas entendendo que não posso dominar o lago da noite pro dia!

Acompanhe o trabalho da Rafa nas redes sociais!

Facebook: Sapattini – Mundo Menina

Instagram: @sapattini

Site: www.sapattini.com.br

 

 

Deixe um comentário!